As Novas Tabelas de IRS, a vigorar já a partir de 01 Julho 2023, dão mais dinheiro no fim do mês, mas …

As Novas Tabelas de IRS, a vigorar já a partir de 01 Julho 2023, dão mais dinheiro no fim do mês, mas quando entregar o IRS (Modelo 3) em 2024, referente a 2023, vai ter menos a receber/reembolso, ou poderá ter de pagar.

O Novo regime (novas tabelas de IRS (retenção na fonte)), que entra em vigor este sábado (01-07-2023), deverá assegurar um ganho líquido até 5% para salários e pensões, Categorias A e H, respetivamente.  Isto significa que, no final de julho 2023, trabalhadores por conta de outrem, do público e privado, e pensionistas vão passar a levar mais dinheiro para casa, porque os descontos vão baixar.

Exemplo Prático: No caso de um trabalhador solteiro sem filhos, com um vencimento de 1300 euros brutos, o salário líquido, já depois dos descontos para o IRS e para a Segurança Social, vai subir 17 euros por mês para 978 euros, quando, neste momento (até 30-06-2023), era de 961 euros.

De notar, que os descontos em sede de IRS, são adiantamentos que os trabalhadores fazem ao Estado relativamente ao imposto a liquidar no ano seguinte. Maior retenção não significa agravamento da carga fiscal. Ou seja, quem descontar mais agora poderá depois receber um reembolso maior. Trabalhadores que retenham menos podem reaver menos imposto ou até ser chamados a pagar, no acerto de contas.

Esta é a terceira vez, este ano (2023), que o governo altera a retenção na fonte. Depois da atualização de janeiro, as tabelas voltaram a mudar, em maio e junho.

Baixas médicas: o que mudou desde 1 Março de 2024

Baixas médicas: o que mudou desde 1 Março de 2024

Com a atualização da legislação, a partir do dia 1 de março, as entidades prestadoras de cuidados de saúde públicas, privadas e sociais estão aptas para emitir baixas. Dentro deste grupo estão incluídos, por exemplo, os cuidados de saúde primários ou hospitalares,...

Tudo o que precisa de saber para validar faturas no E-Fatura

Tudo o que precisa de saber para validar faturas no E-Fatura

Tem até 26 de fevereiro de 2024 para validar as suas faturas no E-Fatura e garantir todas as deduções a que tem direito, rentabilizando assim o reembolso do IRS.   IRS referente a 2023 O IRS referente a 2023, é entregue entre 01 de Abril e 30 de Junho de 2024. É...